Case – PCH Castro

A PCH CASTRO foi edificada por empresas e pessoas do Paraná, para o aproveitamento do potencial hidrelétrico do rio IAPÓ. A PCH está localizada a cerca de 17 quilômetros do centro da cidade de Castro, Estado do Paraná. Para edificação desta Usina Hidrelétrica foram empregadas 65 pessoas, a maioria moradora do município de Castro, contratadas por empresas deste município, valorizando, assim, a economia local e prestigiando a qualidade técnica de pequenos empresários e fornecedores da região do projeto.

A Pequena Central Hidrelétrica de Castro tem uma capacidade geradora de quatro megawats de energia elétrica, suficiente para atender a 2.300 casas. Essa usina tem 10 partes principias:

A barragem, com 1,74 m de altura, que forma um reservatório de 96,42 hectares. Sobre a barragem existe um vertedouro, com 150,6m, por onde as águas das cheias passarão livremente. Em volta desse reservatório existe uma faixa de 50m de largura, a área de preservação permanente, que tem 72 hectares, formada por matas, várzeas e campos de lajeados nativos.

A barragem tem uma escada de migração dos peixes, que vão continuar a subir o rio Iapó, que sempre terá agua correndo pela vazão ecológica. Da barragem a água segue o canal adutor, em parte a céu aberto e em parte por um túnel de 660 m de comprimento.

As águas depois chegam aos condutos forçados (tubos de aço) levam a água para a casa de força, onde 2 turbinas geram a energia elétrica. Depois as águas voltam para o rio Iapó pelo canal de restituição. A Usina não gasta nenhuma porção da água do rio Iapó, apenas aproveita a energia de suas águas.

A energia gerada passa pela subestação da Usina e vai para a Copel, em Castro, pela linha de transmissão.

Solicite uma Proposta

40 anos de experiência em consultoria com projetos ambientais em todo Brasil